PROJETO




UM BREVE HISTÓRICO DO BAIRRO DO LIMÃO

Em meados do século 19 essa região que compreende Bairro do Limão e adjacências não passava de um vasto terreno ocupado por sítio e chácaras. A região começou a ser habitada pelos antigos da Freguesia do Ó.
Nessa época (por volta de 1980), contam os antigos que havia um pé de limão bravo na divisa de 2 bairros, na antiga Estrada da Freguesia do Ó, o qual era usado como ponto de referência pelos primeiros moradores. Daí, o nome de Bairro do Limão.
Antes de ser loteado, já existia alguns sítios no local, mas foi somente em 1921, que uma empresa imobiliária, a Matheus Bei, o loteou. Na década de 30, entretanto, é que se intensificou a instalação das primeiras famílias no bairro, dentre elas, as do: Coronel Tristão, Siqueira; Penteado, Pedroso, depois vieram as famílias Primon, Gios, Cavallini, de Morais, Mendes de Oliveira, Figueiredo, Apolinário, Cápua.
Logo depois o Limão começou a se desenvolver e, em 1939, já era criada a Paróquia de Santo Antônio do Limão. Foi em 1935 que chegou a primeira linha de ônibus, era a linha 92, que saia da Barra Funda e ia até a Vila Santa Maria, passando pelo Limão. Em 1954, a linha 78, que ia até a Barra Funda, vindo do centro, passou a subir até o Limão. Já em 1964, a antiga linha 78 passou a ser a 922, que ligou o bairro ao Jardim Paulista.
Pela lei n.º 8.092 de 28 de fevereiro de 1964, o Limão passou a ser o 44º subdistrito do município de São Paulo, mas foi instalado somente em 17 de janeiro de 1964. O que trouxe benefícios ao bairro foi a Sociedade Amigos do Bairro do Limão, fundada em 1953. A área deste subdistrito é de aproximadamente 5km2 e abrange vários bairros como: Munhoz, Vila Barbosa, Vila Carbone, Vila Carolina, Corumbé, Vila Cristo Rei, Vila Diva, Vila Espanhola, Jardim das Graças, Vila Itapeva, Limão, Sítio do Morro, Jardim Pereira Leite, Vila Prado, Jardim Primavera, Vila Santa Cândida, Vila Santa Maria, Parque São Luiz, Vila Siqueira.
Os bairros mais velhos do subdistrito são: o próprio Limão, de 1921, e a Vila Santa Maria, de 1930. As demais vilas surgiram nas décadas de 50 e 60. Há no distrito quatro igrejas católicas, sendo a mais velha, de Santo Antônio do Limão, de 1939. Em 1957, foram criadas a de São Luís Gonzaga de Vila Santa Maria, e a de Santíssima Trindade de Vila Espanhola; a outra é a capela de Santa Cruz de Vila Itapeva.
O aniversário do bairro já foi comemorado no dia 13 de novembro, atualmente a sua comemoração acontece no dia 1ºde outubro.

Bairro do Limão, crescendo com São Paulo desde 1921
O desenvolvimento chegou ao Limão na época do governo Jânio Quadros, quando a Prefeitura Municipal deu seu primeiro impulso rumo ao progresso. O bairro passou a ter características próprias de urbanização, como a instalação de rede de água e asfalto da principal via de acesso da cidade à Avenida Tomás Edson, antiga “Estrada do Caminho do Porto”.
Nessa época, impulsionada pelas indústrias, São Paulo crescia e o bairro do Limão também. Foi assim que o bairro começou a ganhar novos ares. Várias casas, olarias e uma estrada de terra começaram a aparecer na década de 30. Em 1935 chegou a primeira linha de ônibus. Porém, vale destacar que a Sociedade Amigos do Bairro do Limão, fundada em 1953, também foi responsável por vários benefícios trazidos para a região. 
O Bairro do Limão, de acordo com a Lei que instituiu o "Dia do Limão", foi iniciado no dia 30 de outubro de 1921, mas a suas história nos remete a meados do século 19, quando a região que compreende o referido bairro e adjacências não passava de uma vasta área ocupada por sítios e chácaras pertencentes a moradores da antiga Freguesia do Ó - que foi fundada em agosto de 1580.
Contam os mais antigos que o nome exótico dever-se a um pé de limão bravo, localizado bem na divisa da Freguesia do Ó, que servia de referência para se saber onde começavam os sítios do Limão, antes destes serem loteados.
Em 1921, uma empresa imobiliária dirigida por Matheus Bei fez o primeiro loteamento, mas foi somente depois de 1930 que, de fato, o lugar ganhou ares urbanos, com a construção das primeiras casas.
As famílias pioneiras no bairro foram: Tristão, Siqueira, Penteado, Pedroso - originárias da Freguesia do Ó - e, depois, as dos Primóm, Gioz, Cavalini, de Morais, Mendes de Oliveira, Figueiredo, Polinário, Cápua, entre outras.
Em 1934 a comunidade do Limão começou a construir a Capela de Santo Antônio, que logo depois foi ampliada, sendo que, em 1939, foi inaugurada a igreja e criada a Paróquia de Santo Antônio do Limão, na atual Av. Celestino Bourrol - nos moldes que perduram até hoje.

OUTROS FATOS
- Em 1935 foi inaugurada a primeira linha de ônibus, que inicialmente era a linha 92. Sai da Barra Funda e ia até a Vila Santa Maria, passando pelo Limão. - Em 1954 a linha 78, que ia até a Barra Funda, vindo do Centro, passou a ir até o Limão.
- Pela lei n.º 8.092, de 28 de fevereiro de 1964, o Limão passou a ser o 4º subdistrito do município de São Paulo, mas sua instalação aconteceu somente em 17 de janeiro de 1964.
- Responsável por vários benefícios locais a "Sociedade Amigos do Bairro do Limão foi fundada em 1953.
- A área do distrito Limão é de aproximadamente 5km2 e abrange várias vilas, entre elas: Vila Bancária Munhoz, Vila Barbosa, Vila Carbone, Vila Carolina, Corumbé, Vila Cristo Rei, Vila Diva, Vila Espanhola, Jardim das Graças, Vila Itapeva, Limão, Sítio do Morro, Jardim Pereira Leite, Vila Prado, Jardim Primavera, Vila Santa Cândida, Vila Santa Maria, Parque São Luiz, Vila Siqueira.
- Os bairros mais velhos do distrito são: Limão, de 1921, e Vila Santa Maria, de 1930. As demais vilas surgiram depois, entre 1950 e 1960.
- Há no distrito quatro igrejas católicas: a mais velha, a de Santo Antônio do Limão (1921).
- Em 1957 foram criadas as igrejas de São Luís Gonzaga (Vila Sta. Maria), e a de Santíssima Trindade (Vl. Espanhola). A outra é a capela de Santa Cruz de Vila Itapeva (Rua João Delgado).

DETALHAMENTO DE PROJETO

Projeto de Revitalização social, comercial e  cultural do Bairro do Limão
Objetivando o desenvolvimento do Bairro do Limão em todos os aspectos, o Projeto foi criado no ensejo de propiciar melhorias locais, que vão desde o fomento comercial até melhorias no trânsito/circulação na região, através de estudos, consultoria sobre empreendedorismo, políticas econômicas e serviços que exerçam grande influência na expansão, no aprimoramento e no desenvolvimento da região do Bairro do Limão.
Com o intuito de fortalecer as iniciativas comerciais e empresariais da região, também como forma de conquistar uma qualidade de vida melhor, o Projeto tem como meta, posicionar-se como representante dos comerciantes, industriais prestadores de serviços, profissionais liberais e empreendedores do Bairro do Limão, no contexto sócio-econômico.
No pensamento de transformar os princípios ideais em realizações, o Projeto procura exercer firme e constante atuação junto ao Governo e a Sociedade Civil, visando promover sempre o bem comum e o interesse dos moradores e comerciantes do Bairro do Limão.
Com o objetivo de proporcionar um melhor nível de qualidade de vida aos moradores e comerciantes do Bairro do Limão, esse Projeto procura viabilizar, entre outras coisas, as seguintes melhorias ao bairro:
        - Uma Sala da Associação Comercial de SP para o Bairro do Limão;
- Uma parceria junto ao SEBRAE/SP, para o fornecimento de cursos à empresários, para a qualificação destes no mercado de trabalho;
- Fortalecimento / incentivo do comércio local;
- Atrações / eventos para a comunidade, como Oficinas Culturais,                              Esporte, Lazer e demais atividades;
- Ações de melhorias visando a revitalização de uma das regiões mais tradicionais da cidade de São Paulo, seja no âmbito urbanístico, ou ainda em questões de infra-estrutura local/regional.